Menu Content/Inhalt
Home arrow Notí­cias arrow Biblioteca Nacional divulga resultado do Prêmio Literário 2011
Biblioteca Nacional divulga resultado do Prêmio Literário 2011 Imprimir E-mail

Há 17 anos a Fundação Biblioteca Nacional (FBN/MinC) vem premiando os melhores escritores e trabalhos literários do país. Em 2011, entre os escolhidos, uma grata surpresa que a literatura e o destino nos prega de vez em quando: o teólogo pernambucano, Daniel Lima, de 95 anos.

Biblioteca Nacional divulga resultado do Prêmio Literário 2011

Há 17 anos a Fundação Biblioteca Nacional (FBN/MinC) vem premiando os melhores escritores e trabalhos literários do país. Em 2011, entre os escolhidos, uma grata surpresa que a literatura e o destino nos prega de vez em quando: o teólogo pernambucano, Daniel Lima, de 95 anos. Ele guardava seus poemas na gaveta, sem nunca imaginar o valor que eles tinham.  Um dia, uma de suas alunas descobriu essas raridades e levou, sem ele saber, para uma avaliação editorial. Resultado dessa “travessura” da aluna? A obra Poemas (Companhia Editora de Pernambuco), que só foi revelada ao seu autor no dia do seu lançamento.

Alberto Mussa, Sérgio Sant’Anna , Charles Kiefer, Marisa Midore Deaecto, Luís Carlos Cabral, Gabriela Castro e Nelson Cruz são os outros vencedores nas oito categorias do prêmio, que seguem abaixo com  o nome das obras e também os segundos e terceiros colocados em cada uma delas. Os autores recebem seus prêmios no dia 15 de dezembro, quinta-feira, no Auditório Machado de Assis, na Biblioteca Nacional do Brasil, no Rio de Janeiro, às 19h. Os primeiros lugares ganham um certificado e R$ 12,5 mil.

Os Prêmios Literários da Fundação Biblioteca Nacional, criados com o objetivo de estimular a pesquisa e a criação literária no país, concedem anualmente uma premiação a autores, tradutores, e designers eleitos por uma comissão julgadora composta por três profissionais renomados em cada área de premiação.  

A premiação foi instituída em 1995, com exceção da categoria Literatura Infantil e Juvenil, criada em 2007, por ocasião da comemoração dos quinze anos do Programa Nacional de Incentivo à Leitura, o Proler.

Os vencedores são:

1. Prêmio Alphonsus de Guimaraens / Categoria: Poesia
1° lugar : Daniel Lima, com a obra Poemas (Companhia Editora de Pernambuco)
2º lugar: Marcos Vinicius Quiroga, com a obra Gullar Gullar (Editora Clara Comunicação)
3º lugar : Cláudia Schroeder, com a obra Leia-me toda (Editora Dublinense)

2. Prêmio Machado de Assis / Categoria: Romance
1° lugar : Alberto Mussa, com a obra O senhor do lado esquerdo (Editora Record).
2º lugar : Moacyr Scliar, com a obra Eu vos abraço, milhões (Editora Companhia das Letras)
3º lugar : Rubens Figueiredo, com a obra O passageiro do fim do dia (Editora Companhia das Letras)

3. Prêmio Clarice Lispector / Categoria: Conto
1° lugar : Sérgio Sant’Anna, com a obra O livro de Praga – Narrativas de amor e arte
 (Editora Companhia das Letras)
2º lugar: Alessandro Garcia, com a obra A sordidez das pequenas coisas (Não Editora)
3º lugar: João Anzanello Carrascoza, com a obra A vida naquela hora (Editora Scipione)

4. Prêmio Mário de Andrade / Categoria: Ensaio Literário
1° lugar : Charles Kiefer, com a obra A poética do conto – De Poe a Borges: um passeio pelo gênero (Editora Leya)
2º lugar: Rita Rios, com a obra Poemas e pedras: A relação entre a escultura e a poesia partindo de Rodin e Rilke (Editora da Universidade de São Paulo – Edusp)
3º lugar: Ricardo Souza de Carvalho, com a obra A Espanha de João Cabral e Murilo Mendes (Editora 34)

5. Prêmio Sérgio Buarque de Holanda / Categoria: Ensaio Social
1° lugar: Marisa Midore Deaecto, com a obra O império dos livros: instituições e práticas de leitura na São Paulo oitocentista (Editora da Universidade de São Paulo – Edusp)
2º lugar: Ronaldo Vainfas, com a obra Jerusalém Colonial – Judeus portugueses no Brasil Holandês (Editora Civilização Brasileira)
3º lugar: Vera Lúcia Bogéa Borges com a obra A batalha eleitoral de 1910 – Imprensa e cultura política na Primeira República (Editora Apicuri/Faperj)

6. Prêmio Paulo Rónai / Categoria: Tradução
1° lugar: Luís Carlos Cabral, com a obra Malá Strana: vestígios de Praga, de Jan Neruda (Editora Record)
2º lugar: André Vallias com a obra Heyne, hein? Poeta dos contrários, antologia poética de Heinrich Heine (Editora Perspectiva)
3º lugar: Sergio Tellaroli com a obra Jakob von Gunten – Um diário, de Robert Walser (Editora Companhia das Letras)

7. Prêmio Aloísio Magalhães / Categoria: Projeto Gráfico
1° lugar: Gabriela Castro, com a obra Apreensões, de Bob Wolfenson (Editora Cosac Naify)
2º lugar: Elaine Ramos, com a obra Museu do romance da eterna, de Macedonio Fernández (Editora Cosac Naify)
3º lugar: Jonathan Shiguehara Yamakami, com a obra Eu vi um pavão, autoria desconhecida (Editora Scipione)

8. Prêmio Glória Pondé / Categoria: Literatura Infantil e Juvenil
1° lugar : Nelson Cruz, com a obra Alice no telhado (Editora Comboio de Corda)
2º lugar: Manu Maltez, com a obra Meu tio lobisomem (Editora Peirópolis)
3º lugar: Luís Dill, com a obra O estalo (Editora Positivo)

Premiação:
Dia 15 de dezembro, às 19h.
Auditório Machado de Assis, Biblioteca Nacional (Rua Méxixo, s/ nº – Centro – Rio de Janeiro-RJ – Entrada pelos jardins )
Entrada franca.

 Fonte: Blog da Biblioteca Nacional.

 
< Anterior   Próximo >

Artigos já publicados

As suspeitas do sr. Whicher, de Kate Summerscale

capaO escritor e doutor em Literatura Maicon Tenfen resenha “As suspeitas do sr. Whicher”, livro reportagem escrito por Kate Summerscale. A  obra narra a história real de um dos crimes mais chocantes da Inglaterra vitoriana e do detetive que inspirou grandes mestres da literatura, como Charles Dickens e Arthur Conan Doyle.

Leia mais...