Menu Content/Inhalt
Home
“A biblioteca à noite”, de Alberto Manguel

capaAlberto Manguel, em seu livro “A biblioteca à noite” (Companhia das Letras, 2010), passeia pela história das civilizações gráficas, ora olhando para os livros, ora para aqueles que se dedicam a lê-los, guardá-los ou até mesmo escondê-los ou destruí-los.

Leia mais...
 
Divagações a respeito (e a partir) d’A Questão dos Livros

capaOs textos de Darnton são duplamente instigantes: primeiramente porque escritos por um bibliogâmico assumido, mas também porque situados em um momento de transição, de inseguranças, onde a permanência dos livros físicos, palpáveis, de folhas encadernadas, pode ser ameaçada por aquilo que chamamos de livros digitais.

Leia mais...
 
O homem que coleciona livros recolhidos do lixo

Seu nome é José Alberto Gutiérrez. Todos os dias ele dirige um caminhão de lixo em Bogotá, e com seus ajudantes despeja grandes latas no caminhão. No meio das latas existem caixas e dentro das caixas José, de repente, encontra um exemplar de Anna Karenina, de Tolstói.

Leia mais...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Resultados 37 - 40 de 148

Artigos já publicados

Deus é inocente. A imprensa não.

O jornalista Carlos Dorneles, após analisar artigos e notícias veiculadas na imprensa após os atentados de 11 de setembro, publicou este “Deus é Inocente. A Imprensa Não”, livro excepcional que mostra o servilismo de nossa mídia e sua falta de comprometimento ético com a divulgação e apuração dos fatos.

Leia mais...