Menu Content/Inhalt
Home
Péricles Prade: “Minha poesia é ourobórica”
foto
A bibliografia produzida por Péricles Prade é vasta em títulos e gêneros, entre eles poesia, conto, romance, crítica de arte, literatura jurídica, ensaística entre outros gêneros e não gêneros que, se aqui relacionados, tomariam espaço imenso. Escritor profícuo e metódico, a literatura de Péricles Prade é de difícil definição, flertando com o fantástico e, segundo o próprio autor, com o cubismo. Nesta entrevista, concedida ao Sarau Eletrônico, em seu escritório no Centro de Florianópolis, Prade fala da sua obra, do seu processo criativo, do amigo Lindolf Bell, das influências literárias e das suas atividades como intelectual envolvido com as letras.

Leia mais...
 
Abertas as inscrições para o 26º Concurso de Contos da Cidade de Araçatuba
Estão abertas as inscrições para a 26ª edição do Concurso de Contos Cidade de Araçatuba. O concurso premia contos nas categorias “nacional”, “mundo lusófono” e “contistas regionais”, com valores que podem chegar a R$ 2 mil, além da publicação do conto em antologia. O período de inscrições encerra-se no dia 03 de maio, e está voltado para trabalhos inéditos escritos em língua portuguesa.
O Concurso de Contos Cidade de Araçatuba é uma promoção da Secretaria Municipal de Cultura de Araçatuba, município do interior de São Paulo, e atualmente consolida-se como um dos mais importantes concursos de contos do país.
Para maiores informações de como participar, leia a íntegra do Edital publicado abaixo.
Leia mais...
 
O poema está pronto, o mundo não
foto

Martinho Bruning começou a publicar tarde, ainda assim legou aos leitores dezenove títulos, a maior parte da sua obra dedicada aos haicais. Neste breve ensaio, o também poeta Marcelo Labes apresenta e reflete sobre a obra deste importante autor, nascido em Tubarão e radicado em Blumenau, cuja obra pede por leitores atentos.

Leia mais...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Resultados 5 - 8 de 148

Artigos já publicados

“A literatura em perigo”, de Tzvetan Todorov

capaO búlgaro Tzvetan Todorov tornou-se referência nos estudos literários a partir de seus trabalhos de análise das estruturas narrativas. Em seu livro “A literatura em perigo”, aponta para a necessidade de se resgatar parte do espírito do século XIX, que reconhecia na literatura uma verdade sobre o mundo. Para o autor, o texto literário tem muito a dizer sobre o ser humano, principalmente porque se permite incursionar para além do censurável, revelando assim o indivíduo, o particular.

Leia mais...