EMPRÉSTIMOS LEXICAIS DO ITALIANO NO PORTUGUÊS DO SUL DO BRASIL E SUAS IMPLICAÇÕES EM SALA DE AULA

  • Kamila Terezinha Trainotti Universidade Federal de Santa Catarina
  • Felício Wessling Margotti Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

 Levando-se em consideração a forte imigração italiana na Região Sul do Brasil e com base nos dados do Atlas Linguístico Etnográfico da Região Sul do Brasil (ALERS): questionário semântico/lexical (volumes III e IV, no prelo), constata-se a influência dos dialetos de língua italiana em três vocábulos utilizados pelos falantes desta região: rastel, feta e bergamota. Sabendo-se destes empréstimos lexicais do italiano no português do Brasil, faz-se uma reflexão sobre a implicação desta realidade linguística em sala de aula, no ensino da língua portuguesa ou estrangeira. Aborda-se, também, a questão da valorização das línguas de imigração e o preconceito lingüístico.

Palavras-chave: dialetologia. empréstimos lexicais. preconceito lingüístico.

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Out 5, 2009
Como citar
TRAINOTTI, Kamila Terezinha; WESSLING MARGOTTI, Felício. EMPRÉSTIMOS LEXICAIS DO ITALIANO NO PORTUGUÊS DO SUL DO BRASIL E SUAS IMPLICAÇÕES EM SALA DE AULA. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 2, n. 3, p. 263-274, out. 2009. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://bu.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/1243>. Acesso em: 14 ago. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2008v2n3p263-274.
Seção
Artigos

Palavras-chave

dialetologia, empréstimos lexicais, preconceito lingüístico.