UMA CRÍTICA AO NOUVEAU ROMAN

  • Maicon Tenfen Universidade Regional de Blumenau - FURB

Resumo

Apresentamos, como introdução, um panorama do Nouveau Roman, movimento literário francês que marcou as décadas de 1950 e 1960. O objetivo do trabalho é compreender até que ponto os textos produzidos a partir desse movimento influenciaram a produção literária ocidental da segunda metade do século XX. A metodologia contempla os pressupostos teóricos formulados por Alain Robbe-Grillet, sem nos esquecermos de seus opositores e das relações dialéticas estabelecidas com alguns romances produzidos no período, especialmente A Modificação, de Michel Butor. Os resultados da análise apontam para certos contratempos e mal entendidos que a literatura romanesca enfrentou depois de interpretações superestimadas do Nouveau Roman. A conclusão a que podemos chegar é que as matrizes clássicas da prosa narrativa, apesar deste e de outros movimentos opositores, continuam em vigor nas obras de maior relevo.

Palavras-chave: Nouveau Roman; Século XX; Modernidade; Romance contemporâneo; A Modificação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como citar
TENFEN, Maicon. UMA CRÍTICA AO NOUVEAU ROMAN. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 86-106, abr. 2007. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://bu.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/171>. Acesso em: 14 ago. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2007v1n1p86-106.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Nouveau Roman; Século XX; Modernidade; Romance contemporâneo; A Modificação.