LITERATURA ORAL: AS PARLENDAS E O LÚDICO NA ESCOLA

  • Mariana Schuchter Soares Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Tatiane Abrantes da Silva Universidade Federal de Juiz de Fora

Resumo

Este estudo propõe, por meio de uma revisão bibliográfica, analisar as especificidades das parlendas, literatura oral considerada antes como poesia-brincadeira, por ter como público principal o universo infantil. Objetiva-se, ainda, analisar as mudanças, inerentes ao tempo e às colaborações populares, sofridas por estes textos, e a utilização desse gênero textual pelo professor, sem que seja esquecido o lado lúdico dos poemas, a fim de que se possa desenvolver as competências dos alunos e resgatar valores imêmores na sociedade. Dessa forma, e mais uma vez, a literatura se mostra como precursora do folclore e da identidade cultural do país.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Mai 29, 2010
Como citar
SOARES, Mariana Schuchter; DA SILVA, Tatiane Abrantes. LITERATURA ORAL: AS PARLENDAS E O LÚDICO NA ESCOLA. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 3, n. 1, p. 31 - 43, maio 2010. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://bu.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/1740>. Acesso em: 13 ago. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2009v3n1p31 - 43.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Literatura Oral. Educação. Ludicidade. Cultura Brasileira.