A ARENA SOCIAL DOS TROVADORES IBÉRICOS: OS ENFRENTAMENTOS NO INTERIOR DA NOBREZA (SÉCULOS XIII E XIV)

  • José D'Assunção Barros Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Resumo

O objeto deste artigo é discutir as tensões sociais nas sociedades medievais ibéricas dos séculos XIII e XIV – mais particularmente no que se refere às tensões envolvendo os diversos segmentos sociais pertencentes à Nobreza – tensões estas percebidas a partir da poesia e práticas trovadorescas do período. Dentro do contexto histórico da centralização régia do período medieval, o texto analisa algumas cantigas trovadorescas galego-portuguesas nas quais podem ser vistas as tensões sociais entre trovadores oriundos de diferentes categorias sociais, e também envolvendo trovadores em oposição ao rei. A tensão social entre a antiga nobreza, e a nobreza que emerge à condição aristocrática a partir do século XIII, em Portugal, é especialmente analisada

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Jul 13, 2010
Como citar
BARROS, José D'Assunção. A ARENA SOCIAL DOS TROVADORES IBÉRICOS: OS ENFRENTAMENTOS NO INTERIOR DA NOBREZA (SÉCULOS XIII E XIV). Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 3, n. 2, p. 108-125, jul. 2010. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://bu.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/1883>. Acesso em: 14 ago. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2009v3n2p108-125.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Trovadores medievais ibéricos; Nobreza, centralização tensões sociais