CIDADE-CINEMA: UM NOVO CONCEITO PARA A ANÁLISE DAS CIDADES E DISTOPIAS DO CINEMA

  • José D'Assunção Barros Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Resumo

Definem-se como cidades-cinema, para efeito de desenvolvimento conceitual, as cidades idealizadas pelo Cinema a partir de produções fílmicas específicas. A ênfase recai sobre as cidades imaginárias e realistas produzidas pelo Cinema de diversas épocas, examinando elementos de sua arquitetura, espacialidade, organização social, e buscando perceber a sua articulação com o roteiro do filme. A hipótese de trabalho apresentada é a de que mesmo as cidades imaginárias sempre expressam, de alguma forma, os medos, angústias, anseios, esperanças ou demandas da sociedade que as produziu. Neste sentido, operacionaliza-se aqui a postura metodológica que considera o real e o imaginário não como dimensões separáveis, mas complementares e constituintes de uma unidade complexa. O conceito prepara a esteira teórica para o estudo de algumas cidades-cinema a serem abordadas posteriormente, já que o presente ensaio se coloca como uma proposta de pesquisa mais sistemática a ser desenvolvida futuramente

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Dez 21, 2012
Como citar
BARROS, José D'Assunção. CIDADE-CINEMA: UM NOVO CONCEITO PARA A ANÁLISE DAS CIDADES E DISTOPIAS DO CINEMA. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 6, n. 1, p. 053-067, dez. 2012. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://bu.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/2254>. Acesso em: 15 ago. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2012v6n1p053-067.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Cinema. Cidade. Imaginário. Distopia.