O SUJEITO QUE RESULTA DO SIGNIFICANTE

  • Yuri Disaró Amado Maiêutica Florianópolis - Instituição Psicanalítica
  • Carlos Augusto Monguilhott Remor Maiêutica UFSC

Resumo

O presente artigo procura trabalhar com a relação entre sujeito e significante de forma a extrair articulações que exponham um uso clínico das asserções mais fundamentais do pensamento lacaniano, como a determinação do sujeito pela lógica do significante e sua causa oriunda do campo do Outro. Se Freud não dedicou esforços para definir a que se referia com a palavra sujeito, por estar preocupado, antes de tudo, em legitimar o inconsciente, Lacan continua seu trabalho ressaltando o aparecimento do sujeito como o ponto capital da clínica psicanalítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Ago 21, 2011
Como citar
AMADO, Yuri Disaró; REMOR, Carlos Augusto Monguilhott. O SUJEITO QUE RESULTA DO SIGNIFICANTE. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 4, n. 2, p. 196-216, ago. 2011. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://bu.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/2524>. Acesso em: 14 ago. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2010v4n2p196-216.

Palavras-chave

Sujeito; Significante; Representação