UM LAPSO DE LÍNGUA

  • Carlos Augusto Monguilhott Remor UFSC e Maiêutica
  • Yuri Disaró Amado UFSC e Maiêutica

Resumo

A teoria psicanalítica baseia-se nas teses de que a vida psíquica é inconsciente e de que as pulsões sexuais são fatores causadores tanto da psicopatologia da vida cotidiana quanto das chamadas doenças mentais. O presente trabalho é constituído a partir de um aspecto da psicopatologia da vida cotidiana – um ato-falho – por reflexões sobre a complexidade e extensão da questão e seus derivados nos chistes e suas relações com o inconsciente.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Ago 21, 2011
Como citar
REMOR, Carlos Augusto Monguilhott; AMADO, Yuri Disaró. UM LAPSO DE LÍNGUA. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 4, n. 2, p. 217-226, ago. 2011. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://bu.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/2529>. Acesso em: 14 ago. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2010v4n2p217-226.

Palavras-chave

Lapso de língua; Ato-falho; Chiste