CORPO PRESENTE: INTERFACES ENTRE LITERATURA E DANÇA

  • Eliana Kefalás Oliveira UFAL

Resumo

O corpo, em especial, o corpo presente, parece ser um ponto de encontro entre o universo literário, a leitura literária e a dança. Na literatura, são diversas as narrativas em que personagens passam por transformações ao entrarem em contato com o mundo na relação corporal que estabelecem com ele. No conto “As Margens da Alegria”, de João Guimarães Rosa, a ser analisado neste trabalho, o protagonista se vê tocado pelo que presencia. Na leitura literária, por sua vez, o corpo a corpo do leitor com texto permite uma relação sensorial com ele. Para Zumthor (2000), quando é estabelecido um vínculo com o texto, a experiência do ato de ler é presenciada no corpo, é performance; o texto, na leitura, dança no corpo do leitor, quando ele se coloca presente. Na dança (VIANNA, 2005), principalmente naquela em que não se visa exclusivamente uma destreza técnica, o trabalho corporal acontece na escuta do corpo, um corpo que se quer presente.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Mar 1, 2012
Como citar
OLIVEIRA, Eliana Kefalás. CORPO PRESENTE: INTERFACES ENTRE LITERATURA E DANÇA. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 4, n. 3, p. 302-316, mar. 2012. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://bu.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/2903>. Acesso em: 13 ago. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2010v4n3p302-316.

Palavras-chave

Literatura. Leitura. Dança. Corpo. Presença.