CAMPO GERAL VERSUS MUTUM: ALGUMAS LEITURAS

  • Salete Sirino Paulina Machado UNESPAR/FAP
  • Rita das Graças Felix Fortes UNIOESTE

Resumo

Este estudo aponta algumas leituras comparativas da novela Campo Geral, que integra a obra Corpo de Baile (1956), de João Guimarães Rosa, bem como da transposição fílmica de Campo Geral, após cinco décadas, para o filme Mutum (2007), de Sandra Kogut. Para tanto, promove-se a práxis da leitura literária e fílmica – de Campo Geral e Mutum –, por meio da articulação destes textos à teoria de leitor de Umberto Eco. E, ainda, na análise fílmica de Mutum, atuando como um leitor-modelo – de segundo nível – de Eco, alia-se as teorias sobre leitor deste autor à leitura da técnica da narrativa cinematográfica desenvolvida pelo estadunidense David Wark Griffith, tendo em vista que a escolha de cada um dos elementos fílmicos está diretamente relacionada à intencionalidade que o diretor – autor-empírico – pretende em relação à interpretação do espectador – leitor-modelo. E, ainda, a análise proposta no presente texto, centrada na relação autor-texto-leitor, pode propiciar aos interessados em estudar Literatura e Cinema, cotejaram como a linguagem literária é captada/reconfigurada pelo cinema. Ou seja, os efeitos estéticos da obra de Guimarães Rosa inspiraram Kogut a reescrever este texto literário em outra linguagem, a do cinema, cuja linguagem também provocará efeitos estéticos em seu receptor, no caso o espectador do filme Mutum.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Mar 1, 2012
Como citar
MACHADO, Salete Sirino Paulina; FORTES, Rita das Graças Felix. CAMPO GERAL VERSUS MUTUM: ALGUMAS LEITURAS. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 5, n. 1, p. 002-021, mar. 2012. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://bu.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/2913>. Acesso em: 07 dez. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2011v5n1p002-021.

Palavras-chave

Campo Geral e Mutum. Literatura e Cinema. Leitura Comparativa.