O CINEMA E O GOVERNO DOS HOMENS: O TERCEIRO SALVADOR E AS POLÍTICAS DE SUBJETIVAÇÃO POSTAS EM FUNCIONAMENTO NA CONTEMPORANEIDADE

  • Fábio de Godoy Del Picchia Zanoni Instituto de Educação da Universidade de Lisboa

Resumo

O objetivo geral do presente artigo consiste em problematizar alguns efeitos da contemporaneidade na fabricação das subjetividades, por meio da análise de narrativas cinematográficas, tomadas como lócus de diferentes políticas de subjetivação postas em funcionamento na construção de nossa maneira de nos relacionar conosco e com os outros. Mais especificamente, interessa-nos dimensionar os modos pelos quais nossas narrativas são instrumentos discursivos ligados a fins eminentemente políticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Jun 2, 2013
Como citar
DE GODOY DEL PICCHIA ZANONI, Fábio. O CINEMA E O GOVERNO DOS HOMENS: O TERCEIRO SALVADOR E AS POLÍTICAS DE SUBJETIVAÇÃO POSTAS EM FUNCIONAMENTO NA CONTEMPORANEIDADE. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 6, n. 2, p. 106-124, jun. 2013. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://bu.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/3477>. Acesso em: 07 dez. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2012v6n2p106-124.
Seção
Artigos

Palavras-chave

cinema, foucault, políticas de subjetivação