O GOSTO MUSICAL COMO ARMA: DISTINÇÃO SOCIAL POR MEIO DE AGRESSÕES ENTRE USUÁRIOS DO YOUTUBE

  • Fernando Garbini Cespedes Universidade de São Paulo - Escola de Comunicações e Artes

Resumo

A ideia de gosto foi concebida em meados do século XVI como forma de criar distinção social e manter distantes membros de grupos pertencentes a estratos sociais diferentes por meio de preferências de comportamento, vocabulário, vestuário, práticas esportivas e recreativas, fruição de manifestações artísticas e outras facetas da vida social. Historicamente, o gosto tem sido usado por indivíduos com anseios de ascensão social em tentativas de, dentro de sociedades altamente estratificadas e estamentais, aproximar-se de seus grupos de referências, em contrapartida, indivíduos já membros dos grupos de referência têm usado a crítica e o ataque ao gosto como forma de manter afastados os que buscam recolocação. O objetivo deste artigo é, baseado nas análises de Pierre Bourdieu (2007) acerca da construção do gosto na sociedade, posicionar as atuais disputas dos indivíduos por distinção social no contexto das redes sociais digitais, especificamente, no consumo e nos comentários feitos por usuários em vídeos musicais no YouTube.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Set 16, 2014
Como citar
CESPEDES, Fernando Garbini. O GOSTO MUSICAL COMO ARMA: DISTINÇÃO SOCIAL POR MEIO DE AGRESSÕES ENTRE USUÁRIOS DO YOUTUBE. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 8, n. 2, p. 138-153, set. 2014. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://bu.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/3566>. Acesso em: 07 dez. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2014v8n2p138-153.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Gosto musical, redes sociais