LADOS OPOSTOS DA MESMA MOEDA: A OBRA DE CLARICE LISPECTOR E ANDY WARHOL EM 1977

  • Walace Rodrigues Universidade Federal do Tocantins – UFT

Resumo

Este artigo tenta articular possibilidades interpretativas das obras de cunho erótico de Andy Warhol produzidas em 1977 e do livro final de Clarice Lispector intitulado “A hora da estrela”. Aqui se busca mostrar que as pesquisas artísticas desses dois artistas se cruzam em um certo momento da década de 1970, pois os trabalhos de ambos, nesta dita época, parecem participar de um renascimento do existencialismo tristonho de seu tempo e buscavam algo para além do sensível, almejando algo para além do valor da mercadoria. Ambos colocavam tanto de suas personalidades em seus trabalhos que suas criações gritam suas autorias.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Dez 20, 2013
Como citar
RODRIGUES, Walace. LADOS OPOSTOS DA MESMA MOEDA: A OBRA DE CLARICE LISPECTOR E ANDY WARHOL EM 1977. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 7, n. 2, p. 139-152, dez. 2013. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://bu.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/3773>. Acesso em: 13 ago. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2013v7n2p139-152.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Clarice Lispector. Andy Warhol. Imagem. Consumo