PUXANDO O FIO DA LEMBRANÇA: A CONSTRUÇÃO DA MEMÓRIA NO ENCONTRO COM O OUTRO

  • Alice Carvalho de Melo Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Resumo

O objetivo deste artigo é refletir sobre o processo de construção da memória e da identidade durante a entrevista jornalística. Parte-se de conversas com dois octogenários sobre um episódio de violência vivenciado por eles durante a infância; e chega-se ao presente, quando, por meio da linguagem, elaboram o passado diante de si e do entrevistador. Neste percurso da memória, o silêncio e o esquecimento são informações importantes para se compreender a forma como eles constroem sua identidade ao narrar sua trajetória; assim como a escolha dos pronomes pessoais e a seleção de determinadas palavras para se referir a si. Apesar do passado comum, os fatos narrados se distinguem e se complementam, reforçando a ideia de que a memória é um fenômeno permeado por disputadas, que se constrói no presente.

Publicado
Set 16, 2014
Como citar
MELO, Alice Carvalho de. PUXANDO O FIO DA LEMBRANÇA: A CONSTRUÇÃO DA MEMÓRIA NO ENCONTRO COM O OUTRO. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 8, n. 2, p. 154-167, set. 2014. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://bu.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/3987>. Acesso em: 20 maio 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2014v8n2p154-167.
Seção
Artigos

Palavras-chave

memória, narrativa, identidade, comunicação