AS FACES DA COMUNIDADE DE FALA

  • Marcos Luiz Wiedemer Universidade Federla de Santa Catarina

Resumo

O objetivo deste trabalho é discutir a noção de comunidade de fala e suas implicações na pesquisa sociolingüística, mostrando que esta pode ser ampliada, e que outros construtos teóricos podem contribuir em uma pesquisa variacionista, como as de redes sociais e comunidade de prática. A metodologia utilizada para atingir o objetivo deu-se através de pesquisa bibliográfica.

Palavras-chave: Variação. Sociolingüística. Comunidade de Fala.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Fev 25, 2009
Como citar
WIEDEMER, Marcos Luiz. AS FACES DA COMUNIDADE DE FALA. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 2, n. 1, p. 21 - 35, fev. 2009. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://bu.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/810>. Acesso em: 13 ago. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2008v2n1p21 - 35.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Variação. Sociolingüística. Comunidade de Fala.