FOTOGRAFIA E MODA: REFLEXÕES SOBRE O TER NA CONSUMAÇÃO DO SER

Resumo

A efemeridade e o excesso do consumo na moda atendem às necessidades do mercado e do sistema econômico vigente, uma vez que este demanda a rotatividade de produtos. Neste sentido, cumpre eficiente papel a obsolescência programada que pode vir instaurada tanto em aspectos de qualidade física, quanto em aspectos de qualidade estética que é um precípuo da moda. A identificação com os padrões excessivos de consumo torna-se um aporte central para a indústria da moda que historicamente utiliza a imagem fotográfica para este fim. Desta forma, o presente trabalho propõe reflexões sobre os valores inseridos no consumo, a partir de uma revisão bibliográfica subsidiada pela criação de um catálogo de fotografias que faz uso da própria linguagem publicitária. O estudo nos permite inferir a necessidade de questionar o consumo irracional e reconhecer a fotografia de moda como instrumento também de transformação da realidade social e autoconhecimento do sujeito no mundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Ago 21, 2020
Como citar
DA SILVA SANTOS, Athos; FERREIRA PINTO, Vinicius; BRAGA CAPOVILLA, Marcia. FOTOGRAFIA E MODA: REFLEXÕES SOBRE O TER NA CONSUMAÇÃO DO SER. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, [S.l.], v. 14, n. 2, p. 128-142, ago. 2020. ISSN 1981-9943. Disponível em: <https://bu.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/9029>. Acesso em: 07 out. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1981-9943.2020v14n2p128-143.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Fotografia de moda. Consumo. Estética.